CLIQUE E CONHEÇA A ATUAÇÃO DO VEREADOR MAGNO LIMA, "O TRABALHO QUE VOCÊ VÊ"

terça-feira, 31 de julho de 2012

CEMITÉRIO ATINGIDO NA CHEIA EM FILADÉLFIA NÃO TIVERAM CORPOS REMOVIDOS, PREFEITURA CULPA CESTE

Impactos em consequência da enchente da Usina de Estreito causa desconforto aos moradores de Filadélfia.
Cemitério de Filadélfia foi invadido pela água.
(Foto:Lourenço Bonifácio)

O secretário de Administração de Filadélfia, Charlles Araújo, informou ao Portal T1 Notícias, que a remoção do cemitério público da cidade, que foi atingido pela cheia da Usina de Estreito ainda não tem previsão para acontecer. De acordo com as informações repassadas por Araújo, a transferência é de responsabilidade do Ceste, que ainda não fez a remoção.

“Já procuramos o Ceste várias vezes para fazer a remoção, eles dizem que irão fazer, mas até agora nada foi feito”, disse.

O secretario informou também, que a prefeitura estar fazendo um levantamento de todas as áreas atingidas e somente depois tentará uma pareceria com o governo federal com a finalidade de executar as mudanças.

“Fizemos de tudo, corremos atrás do Ceste, mas eles não resolveram os problemas dos impactos, foi assim em relação a praia que ainda continua da mesma forma e com o cemitério também, então após o levantamento que estamos fazendo, vamos tentar uma parceria com o Governo Federal para fazer a remoção do cemitério e cuidar de outras áreas que também foram impactadas”, finalizou.

Entenda

A cidade de Filadélfia sofreu mais um impacto em conseqüências da enchente da Usina de Estreito. Desta vez, o problema é no único cemitério público da cidade que precisa ser removido do seu lugar. A informação já havia sido repassada ao Portal T1 Notícias, em março deste ano, por moradores e confirmada na mesma época durante visita do Portal à cidade de Filadélfia.

O cemitério, segundo as informações, precisa ser removido por que em volta do local formou um lago devido à cheia do lençol freático do Rio Tocantins. O lençol subiu após a cheia da Usina.

Moradores reclamam
Na época, a vice-presidente da Associação dos Atingidos pela Usina de Estreito - AABE, de Filadélfia, Rosângela Maria Aires dos Santos, informou que crianças fazem uso do local para tomar banho. "Hoje estamos vivendo uma calamidade pública, o que está acontecendo aqui é um absurdo, pois crianças e até adultos tomam banho nessa lagoa que passa pelo cemitério". Toda a parte de baixo da cidade está atingida com esse problema, você pode ver pelo mal cheiro que há nas ruas e casas, mas o pior é que o Ceste não tem dado posição nenhuma sobre o caso", desabafou.
Fonte:T1Notícias

domingo, 29 de julho de 2012

DE FÉRIAS EM RIACHÃO, TRANQUILIDADE E AVENTURAS


Nestas férias, aventure-se pelas paisagens da Chapada das Mesas, no sudoeste maranhense. Esta é uma área incrível que abriga três biomas: Cerrado, Caatinga e Amazônia. Lá, as pedras são de arenito, banhadas por 25 cachoeiras de águas mornas com temperatura média de 21º C. É dentro deste cenário que se encontra Riachão, distante 860 quilômetros de São Luís. 

Entre as belezas naturais do município, destaca-se o Poço Azul, Cachoeira da Prata e Cachoeira Santa Bárbara. Estes locais são muito visitados por turistas e até serviram de locação para as gravações da novela Cama de Gato, da Rede Globo. “A Chapada das Mesas é um dos lugares mais lindos que já vi na vida”, disse o ator Marcos Palmeira, durante as gravações. 

Além de cachoeiras e trilhas ecológicas, Riachão tem belas paisagens que proporcionam ao visitante inúmeras surpresas, desde esportes radicas até uma tarde de descanso na rede.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

EM CAMPOS LINDOS, ACIDENTE ENTRE CAMINHÃO E MOTO DEIXA UM MORTO: MOTORISTA ESTAVA COM CNH VENCIDA HÁ TRÊS ANOS E VÍTIMA NÃO TINHA HABILITAÇÃO



Acidente em Campos Lindos mata condutor de moto

Morreu em Campos Lindos, na manhã desta quarta-feira, 25, vítima de um acidente de trânsito, Getúlio Soares da Silva, de 68 anos. Segundo informações da PM, Soares veio a óbito depois que a moto que ele conduzia colidiu com um caminhão da prefeitura da cidade. A PM informou, também, que a vítima chegou a ser socorrida e encaminhada para Araguaína, mas morreu antes de chegar em Goiatins.

Um acidente envolvendo um caminhão da Prefeitura de Campos Lindos e uma moto honda modelo biz, provocou a morte de Getúlio Soares da Silva, de 68 anos e feriu levemente Magno Soares, filho da vítima. Magno, segundo as informações, era o passageiro da moto conduzida por Getúlio.

De acordo a Polícia Militar, que registrou a ocorrência, o acidente aconteceu em um cruzamento da cidade onde não há sinalização. O motorista do caminhão, Raimundo Justino da Silva, de 62 anos, permanece no local do acidente aguardando a perícia que deve se deslocar de Araguaína. O acidente aconteceu por voltas das 9 horas da manhã desta quarta-feira, 25.

Primeiros socorros

A PM informou, também, que Soares chegou a ser socorrido e encaminhado para Araguaína, mas devido a uma hemorragia interna veio a óbito antes de chegar em Goiatins.
Sobre as causas do acidente, a PM informou, apenas, que como o local não tinha sinalização, somente a perícia poderá definir quem estava errado. Ainda segundo as informações, a vítima não tinha habilitação e o motorista do caminhão estava com a CHN vencida há três anos.
Fonte:RobertaTum

MENOR MORRE APÓS SER ATROPELADO POR ÔNIBUS NO CENTRO DE CAROLINA

Após manobra arriscada, menor é atropelado por ônibus e morre no Hospital Municipal

Do site:MaranhãoNews
acidente-menor-carolina
Menor atropelado na esquina da Elias Barros com Gomes de Sousa
Por volta das 8h40min, desta terça-feira, 24, um adolescente de 14 anos, funcionário do gerente da Transbrasiliana de Carolina, Flávio Araújo, foi atropelado por um ônibus da empresa Transmendonça, de Goiatins (TO), e faleceu após atendimento do SAMU e ser levado ao Hospital Municipal de Carolina. O acidente ocorreu no cruzamento da Avenida Elias Barros com a Rua Gomes de Sousa. O motorista fugiu do local após constatar a gravidade do acidente.

Segundo testemunhas, o ônibus e o menor, que conduziu uma motocicleta Honda Titan, placa NHC6178, de Grajaú (MA) – de propriedade de seu chefe –, subiam a Elias Barros no sentido Adalberto Ribeiro, no centro de Carolina. O motorista que ainda não foi identificado manobrou para entrar à direita na Gomes de Sousa. Aproveitando-se do espaço aberto pelo ônibus na pista, possivelmente acreditando que o motorista entraria à esquerda, o menor acelerou a motocicleta para cortá-lo pela direita. Exatamente no cruzamento das duas vias, o ônibus entrou para a esquerda, batendo na motocicleta.

Depois da batida o motorista parou o ônibus e aos gritos de testemunhas acelerou o veículo, passando por cima do menor, que havia caído em frente ao ônibus após a colisão.

O SAMU chegou minutos após o acidente. O menor foi levado para o HMC, mas não suportou os ferimentos e faleceu.

CAPTURADO PELO 2º BPM EM ARAGUAÍANA FUGITIVO DE CADEIA DO RIACHÃO


(2ºBPM/ARAGUAÍNA) – Foi capturado na manhã desta quarta-feira, 25, na Avenida Filadélfia, em Araguaína, o lavrador José Ribeiro Filho, 20 anos de idade, natural de Riachão (MA). Por determinação do SIOP, os policiais militares deslocaram-se até o local em função de uma denúncia, via 190, de que no local encontrava-se o referido lavrador, suspeito de ser foragido da cadeia de Riachão.
Chegando ao local, os militares abordaram o suspeito e, ao ser indagado sobre as informações repassadas, o mesmo confirmou, informando, ainda, que estava preso acusado de latrocínio e que fugira da cadeia cavando um túnel. Segundo ele, esta seria a segunda vez que praticava o ato.
O fugitivo foi conduzido à Delegacia de Polícia, que entrou em contato com a DP de Balsas-MA, onde foi confirmada a veracidade dos fatos. O acusado foi recolhido a uma cela na DP, onde ficou aguardando para ser recambiado para o Maranhão.
Informações do Site PM/TO

segunda-feira, 23 de julho de 2012

RIACHÃO TEVE FIM DE SEMANA DE ADRENALINA E ESPORTE


3ª edição do Boogie da Chapada das Mesas reúne bom público


O penúltimo fim de semana do mês das férias foi marcado com a realização da 3ª edição do Boogie da Chapada das Mesas, um festival que reúne paraquedismo e esportes radicais realizado no município de Riachão, distante 860km de São Luís.

Promovido pelo Clube Desafiadores do Ar, com apoio promocional da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), o boogie - palavra usada para se definir grandes encontros nacionais de paraquedismo -, reuniu um público formado por profissionais, turistas e amantes do esporte, a exemplo de Luís Henrique, o Sabiá, grande nome do segmento.

Conhecido por suas peripécias no ar, o esportista disse estar recompensado em participar do festival pela terceira vez. "Me sinto muito feliz e muito bem, esta já é a terceira vez que venho até aqui saltar de paraquedas e sempre é diferente, simplesmente porque acho demais a paisagem e porque acredito muito no potencial de aventura do Maranhão", ressaltou.

Mais de 100 profissionais participaram do evento, que contabilizou ainda cerca de 60 saltos durante o fim de semana. Além dos veteranos, o Boogie, que já é considerado o maior festival de esporte do sul do Maranhão, atraiu amantes do esporte de aventura de diversos pontos do país, a exemplo da turista Cássia Farias.
Atletas mostraram suas habilidades no3º Boogie da Chapada das Mesas


























A visitante saiu do Pará para participar do Boogie e conhecer as cachoeiras, trilhas e esportes praticados no polo. "Ano passado eu não pude ficar até o final. Mas, este ano me programei para ver os saltos e quem sabe me aventurar fazendo o salto duplo, porque sozinha acho que vai demorar um pouquinho", brincou.

Completou ainda Cássia Farias que no Complexo Cocal, que reúne cachoeiras, tirolesa e trilhas, completa a visitante, teve a oportunidade de ver uma das mais belas paisagens de sua vida: “o Encanto Azul e o Poço Azul, são inacreditavelmente lindos".

Participaram da edição 2012, representantes de clubes de paraquedismo do Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Distrito Federal, Amazônia, Bahia e São Paulo. Para 2013, a organização geral do evento já começa a pensar em uma competição como forma de promoção do evento.

"A cada ano o evento se torna maior ainda e para a próxima edição vamos trabalhar a primeira competição do esporte no Maranhão, aliado a turismo e cultura também", disse o coordenador do evento, Henrique França.
Fonte:Imirante


TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO MARANHÃO SE REUNIRÁ PARA ANALISAR RECURSOS DE IMPUGNAÇÕES

DEFINIR CANDIDATURAS

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão se reunirá nos dias 25 e 26, 30 e 31 para apreciar os recursos de impugnações de candidaturas no Estado. São mais de 800 cidadãos que estão na pendência da candidatura. Tem muitos fichas sujas na maior tensão.


Por:  José Ribamar Gomes é Diretor-Editor do jornal Tribuna do Nordeste.


sábado, 21 de julho de 2012

O DIA EM QUE CARLOS NASCIMENTO BOTOU SARNEY NO PAREDÃO


Uma das entrevistas mais acessadas no You Tube, foi realizada pelo jornalista Carlos Nascimento. O  entrevistado, claro, o Presidente do Senado da República o maranhense José Sarney.

A entrevista foi feita em 2009, e ainda hoje repercute com vários comentários feitos pelos internautas. Sarney, por pouco não pediu água com água, pois Carlos Nascimento mostrou ser um dos profissionais mais imparciais do Brasil.

Clique e veja a entrevista.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

3º BOOGIE DE PARAQUEDISMO SERÁ REALIZADO NESTE FIM DE SEMANA EM RIACHÃO

Evento acontecerá  na Chapada das Mesas, pela terceira vez consecutiva.

O município de Riachão será a casa do paraquedismo neste fim de semana. A partir desta sexta (20), mais de sete mil pessoas devem comparecer ao 3º Boogie Chapada das Mesas como expectadores, iniciantes ou praticantes de paraquedismo. Além dos saltos, quem comparecer vai poder agregar em sua rota toda a beleza das mais belas cachoeiras da Chapada das Mesas. O evento seguirá até domingo(22).

Desde a primeira edição, a Chapada das Mesas sediou o evento. Carolina foi à sede da primeira edição. Riachão receberá este ano o evento pela segunda vez devido ao sucesso do ano passado.

“Mais de 15 mil pessoas estiveram em riachão na época do evento. Até porque foi na época de um evento de rock e conseguimos um bom número de pessoas no boogie. Esse ano, sem o evento, o número de pessoas deve diminuir, mas deve ultrapassar a marca de sete mil pessoas”, frisou Henrique França, Presidente do Clube desafiadores do Ar, sediado em Balsas.

Segundo Henrique, o boogie da Chapada das Mesas servirá tanto para os atletas experientes e acostumados à saltos, quanto para aqueles que pretendem começar no paraquedismo.

“Nós teremos atletas que, como eu, estão acostumados à saltos, mas também haverá o salto duplo, onde o interessado salta com um paraquedista experiente, para as pessoas que queiram iniciar ou experimentar o páraquedismo”.

O preço do Salto Duplo para quem quer experimentar o paraquedismo é de R$500, Já para quem quer iniciar no esporte e participar de um curso o custo é de R$600.
Paraquedistas se preparam para saltos durante boogie Chapada das Mesas do ano passado.

Maranhão

Atualmente, o Maranhão possui 200 praticantes de paraquedismo, porém somente cerca de 70 são assíduos, segundo Henrique França. Com um número considerável de praticantes, o presidente do clube Desafiadores do Ar já estuda a volta de competições para o esporte no Estado.

“Já realizamos uma competição em Balsas, chamado Campeonato Agro Balsas. Esperamos que no próximo ano possamos voltar a realizar competições de paraquedismo no Maranhão”, afirmou Henrique França.

Já no sábado, o evento deve ter a presença da banda imperatrizense Pilantropia, que realizará um show para expectadores e participantes do evento, além da própria população de Riachão.
Fonte:Imirante

FALTA DE ESTRUTURA PREJUDICA PRODUÇÃO DE GRÃOS NO MARANHÃO

Além das péssimas condições do maquinário, falta local para secagem. Maioria das propriedades ficam no município de São Mateus.
Mesmo com o inicio do período de colheita no Projeto Salangô, no município de São Mateus, a 190 quilômetros de São Luís, produtores reclamam da falta de estrutura que tem prejudicado a produção do grão. O município é o maior produtor de arroz da região central do Maranhão.

A colheita do arroz de sequeiro não está sendo o que a maioria dos agricultores do Projeto Salangô esperava. Segundo o agricultor, Antônio Luís, a falta de máquina colheitadeira prejudicou a colheita do arroz irrigado no povoado Água Preta. “Tem que ter máquinas arrozeiras, que tem que ser esteradas. Máquinas de pneus não adianta, tem que ser esteradas”, afirmou o agricultor.

Em outra área, oito máquinas colhem cerca de oitocentas sacas por dia do arroz poitá. O que é colhido na região, vai para as cidades de Balsas, Zé Doca, Itapecuru Mirim, Pedreiras, Caxias e Teresina, no Piauí. Este ano, o quilo do cereal é comercializado a 50 centavos e o pagamento é a vista, o que agradou os produtores.

"O arroz está mais valorizado esse ano, tá de cinquenta centavos. Eles vêm comprar na lavoura o quilo e ano passado a gente não conseguia vender assim, era fiado. Era cinquenta, seco, depois de toda despesa, mas ainda era fiado. Esse ano melhorou”, explicou Antônio Luís.

Outro problema enfrentado pelas famílias que trabalham na produção do arroz é com os maquinários utilizados. Cheios de ferrugem, quebram constantemente, atrasando o trabalho. Segundo as famílias, o que também prejudica a comercialização do produto é não ter um local adequado para fazer a secagem do arroz.

De acordo com os agricultores, o caminho para chegar até o local de secagem está comprometido, devido a um igarapé. Com isso, eles têm que se deslocar por outra estrada, tornando o percurso mais longo. Além da falta de local adequado para secagem do arroz, a casa de força que distribuiria energia para as bombas está parada. Com todos esses problemas, os produtores estão tendo que vender o cereal ainda verde o que segundo eles não está sendo nada lucrativo.

Clique aqui e veja a reportagem completa.

TIM É PROIBIDA DE COMERCIALIZAR CHIPS TELEFÔNICOS NO MARANHÃO


Medida foi aplicada devido a várias reclamações contra a operadora.
Proibição começa a valer a partir de segunda-feira (23).


A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) proibiu a operadora de telefonia TIM de comercializar novos chips telefônicos no Estado. A medida começa a valer a partir de segunda-feira (23) e foi adotada como forma devido a má prestação de serviços e ao alto número de reclamações contra a operadora, recebidas na agência.

Além do Maranhão, a restrição aplicada à TIM também vale para o Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia e Tocantins.

A mesma sanção também foi aplicada às operadoras Oi e Claro, mas apenas para outros Estados. A decisão, no que se refere à Claro, engloba os estados de Santa Catarina, Sergipe e São Paulo. Sobre a Oi, a decisão da Anatel abrange os estados de Amazonas, Amapá, Mato Grosso do Sul, Roraima e Rio Grande do Sul.
 Fonte:G1

quarta-feira, 18 de julho de 2012

SEGUNDA ETAPA DO PAC ENTREGARÁ 4.850 RETROESCAVADEIRAS PARA MUNICÍPIOS COM MENOS DE 50 MIL HABITANTES

Municípios com menos de 50 mil habitantes poderão se cadastrar para receber retroescavadeira do MDA.
Mais de 4.800 municípios com menos de 50 mil habitantes receberão uma retroescavadeira, cada, para a manutenção e recuperação de estradas vicinais. A declaração foi dada pelo secretário do Programa de Aceleração do Crescimento, Maurício Muniz, ao NBR Notícias, da EBC. A iniciativa faz parte da segunda etapa do PAC, do governo federal.

De acordo com o secretário, os municípios terão até o dia 18 de setembro para confirmar o interesse em receber o equipamento. Para isso, basta entrar no site do Ministério do Desenvolvimento Agrário www.mda.gov.br, clicar no ícone do PAC 2 e preencher os dados. “Para um maior escoamento na produção agrícola e pecuária, é essencial que esses municípios tenham estradas em boas condições”, justifica Maurício.

Além disso, os municípios que preencherem os dados para receber a retroescavadeira também poderão receber motoniveladoras – 1.330 equipamentos desse tipo serão distribuídos na segunda etapa do PAC. “É preciso que os municípios, na hora do preenchimento dos dados, sejam bastante objetivos com os critérios, como a produção agrícola e extensão rural”, explica o secretário.

Existe também outro programa para financiamento de pavimentação de vias urbanas, aberto para todos os municípios independentemente do número de habitantes, cidades interessadas deverão cadastrar suas proposta no site www.cidades.gov.br/ e clique no banner Planejamento Urbano.

Clique aqui e assista a reportagem na íntegra, sobre os dois programas oferecidos pelo Governo Federal através do  PAC-2.

Uma ótima oportunidade para nossa Riachão, que precisa acelerar a economia,  apoiando a cadeia produtiva, gerando empregos, e crescendo com o povo.

terça-feira, 17 de julho de 2012

JUSTIÇA ELEITORAL REGISTRA 818 CANDIDATURAS IMPUGNADAS EM 141 MUNICÍPIOS DO MA

O Maranhão tem 818 candidatos registrados nas eleições deste ano com impugnações protocoladas na Justiça Eleitoral. As candidaturas contestadas espalham-se por 141 municípios maranhenses. A informação é do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), que divulgou, ontem, a lista final detalhada com o número de impugnados, por município, e a identificação de cada um deles.
Apesar do elevado número de impugnações, em 76 municípios não houve contestação a nenhuma candidatura. 

Clique aqui e baixe a lista com os 818 impugnados do Maranhão.

Dos quatros candidatos a prefeitos em Riachão, três foram impugnados. João dos Santos Braga (PMDB), Edmar Alves de Oliveira (PSC) e Gregório Cabreira Filho (PT). No sistema do TRE ainda consta tramitando a apresentação de impugnação do candidato a vice-prefeito, Bala Atalaia (PV), da Coligação Riachão não pode parar, impetrada pelo Partido Comunista do Brasil.

Dois candidatos a vereadores também foram impugnados, Lenício Figueira Fonseca (PDT) e Sandra Sousa Silva (PV). Outro fato envolvendo candidatos a vereadores é a novela do PSDB, tendo oito candidatos sobre alerta, embora não estejam impugnados todos aguardam uma decisão judicial que determinará onde o partido deverá ser coligado, atualmente a Comissão Provisória do partido está com o governo, fruto das manobras para deter o maior número de apoio político, para isso o governo agiu na força tomou o partido, assim como fez com mais alguns outros partidos, no entanto todos estão registrado na Coligação A Força da Mudança, a torcida de todos é grande para que o partido fique onde os candidatos estão coligados. 

Até agora não se pode fazer muita festa, sabe lá qual a decisão do Juiz, aguardaremos para ver o que de fato vai acontecer. Aí o bicho vai pegar, pode crer a Força da Mudança vai vim  a todo vapor.

AMBEV INAUGURA NOVA FÁBRICA NO MARANHÃO E GERA CERCA DE 30 MIL EMPREGOS EM TODA CADEIA PRODUTIVA

Companhia investe R$ 144 milhões na duplicação da fábrica de São Luís e na construção de um novo centro de distribuição direta, o que gerando cerca de 30 mil empregos em toda a cadeia produtiva


Com um investimento total de R$ 144 milhões a Ambev inaugura, em São Luís, a duplicação da cervejaria Equatorial e seu novo Centro de Distribuição Direta (CDD). Com a ampliação, a produção chegará a 3,7 milhões de hectolitros de bebida por ano, um aumento de aproximadamente 100%. Já o novo CDD tem capacidade para armazenar e distribuir 1,6 milhões de hectolitros de bebida por ano. A Ambev do Maranhão gera 681 empregos diretos, o que, segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas, significa cerca de 30 mil empregos entre indiretos e induzidos em toda a cadeia produtiva. Somente durante as obras, a companhia gerou 950 postos de trabalho.
Com o investimento, a unidade recebeu uma nova linha de produção e também está apta a envasar cerveja na embalagem de 1 litro – além dos formatos já produzidos em garrafa de vidro 600 ml, lata de 350ml e barril de 30 e 50 litros chopp. Também foram construídas novas instalações para as áreas de fermentação, brassagem e filtragem. A cervejaria produz as marcas Skol, Brahma, Antarctica, Brahma Fresh e Chopp Brahma e abastece o Maranhão, Pará, Piauí e Amapá.
O novo Centro de Distribuição Direta (CDD), construído em uma área anexa à cervejaria possui 4.500 m², o dobro o tamanho de sua antiga instalação. A proximidade com a fábrica facilitará a logística de distribuição na região. "Com essa ampliação, nós dobramos a produção no Estado do Maranhão. Nossas instalações estão muito mais modernas e eficientes. Com isso, estamos aptos a atender as necessidades da população do nordeste", afirma João Castro Neves, presidente da Ambev.
Imagem: Thinkstock
Parte do aporte, mais precisamente R$ 10 milhões, foi aplicado na construção de uma nova linha de transmissão de energia elétrica, em parceria com a Companhia Energética do Maranhão (CEMAR). Segundo ressalta Sylvio Tenório, diretor da Equatorial Soluções, empresa que controla a CEMAR, "obras como essa também fazem parte da expertise da empresa, que tem realizado diversos empreendimentos desse porte aos clientes da CEMAR em todo o Estado. A linha de distribuição irá impactar positivamente na melhoria dos níveis de tensão e na qualidade do fornecimento da energia elétrica para a região do distrito industrial".

O setor de bebidas frias representa quase 3% do PIB brasileiro e gera, somente no estado do Maranhão, R$ 110 milhões em valor agregado por ano, além de gerar R$ 40 milhões em salários anualmente, o que contribui para o crescimento econômico do Estado e também do país.

Brahma São Luís 400 anos

Entre as novidades que a Ambev apresenta hoje está a embalagem especial de Brahma desenvolvida exclusivamente para a comemoração dos 400 anos de São Luís. "Estamos felizes por participar do aniversário da cidade. A Brahma criou uma lata que tem como inspiração alguns ícones tradicionais da capital.

Sustentabilidade

Em linha com a Anheuser Busch InBev, grupo cervejeiro do qual a Ambev faz parte, a companhia traçou metas ambientais até o final de 2012 para todas as unidades. O compromisso é chegar ao índice de 3,5 litros de água para cada litro de bebida envasado, diminuir em 10% as emissões de CO2 na atmosfera e reaproveitar 99% dos resíduos gerados no processo produtivo.
Hoje, no geral, a Ambev reaproveita 98,2% de subprodutos, mas a filial Equatorial já atingiu a meta de 99% de reaproveitamento. Além disso, a unidade possui uma Estação de Tratamento de Efluentes Industriais (ETEI) que, após a ampliação, tem capacidade para tratar mais de 4.560 m³ de litros de efluentes por dia. O que equivale ao tratamento de esgoto de uma cidade com cerca de 30 mil habitantes durante um ano.
A filial também se destaca por operar com uma matriz energética calorífica movida praticamente por 100% de biomassa. A medida incentiva o crescimento das cooperativas de catadores de casca de coco de babaçu – principal biomassa da região. A parceria entre a Ambev e os fornecedores de coco de babaçu também possibilita a manutenção da biodiversidade das áreas babaçuais e a segurança socioeconômica das famílias envolvidas na atividade. 
Fonte:Administradores.com

CACHAÇA PRODUZIDA EM SUCUPIRA DO RIACHÃO-MA GANHA ESPAÇO EM OUTROS ESTADOS E MUNICÍPIOS

Cachaça Vale do Riachão, produzida em município maranhense começa a ser comercializada em outros estados e  municípios.

No último sábado do mês de março passado  teve uma grande movimentação política e empresarial na cidade de Sucupira do Riachão-MA devido ao lançamento da cachaça Vale do Riachão, um produto que vinha sendo trabalhado a mais de dois anos.

A idéia da realização da produção de uma cachaça nasceu há muitos anos e partiu da bancária Luiza Holanda, esposa do empreendedor Erivan Holanda, que para a realização de um sonho contou com total apoio da própria esposa e das filhas, Ana Maria, Juliana e Marina.

Sucupira do Riachão-MA é um dos municípios que vem se destacando na produção de bebidas, todo processo de fabricação da cachaça Vale do Riachão é feito no Sítio Vertentes, de propriedade do empreendedor Erivan Holanda.

A cachaça que foi lançada em março deste ano, já pode ser encontrada para degustação em outros  municípios, nas versões Ouro, Prata e em dois teores alcoólicos, com 48º que é o GL máximo para cachaça e para 40ºgl padrões para os gostos mais diferenciados.

As autoridades e populares que estiveram no Sítio Vertentes em seu lançamento, conheceram parte da equipe de profissionais que trabalham no local e ainda toda a estrutura do projeto. “É bom saber que no estado do Maranhão existem homens com a visão do empresário Erivan Holanda que está aqui em Sucupira do Riachão dando uma demonstração do seu empreendedorismo, construindo assim nesse municipio uma fábrica de Cachaça como essa, nos padrões de  Minas Gerais, e dentro das exigências feitas pelo Ministério da Agricultura, emfim, projeto que mostra que é possível produzir produto de qualidade no interior maranhense”, afirmou o secretário estadual Claúdio Azevedo.

Ainda segundo o secretário Claúdio Azevedo a cachaça Vale do Riachao produzida no Sitio Vertente não deixa a desejar em nada para as produções do Sul, Sudeste e Centro Oeste do País e enfatizou, “O povo de Minas se orgulha da cachaça produzida lá, mas hoje podemos dizer que a população do Maranhão tem também do que se orgulhar, porque temos uma cachaça produzida aqui no Maranhão que talvez supere as melhores cachaças de Minas Gerais, então é motivo de alegria a satisfação em saber que nesse Estado existe empreendedor da visão do seu Erivan Holanda”

Em pelo menos dois pontos comerciais de Floriano-PI já pode ser encontrada a Cachaça Vale do Riachão, produto que é fabricado na cidade de Sucupira do Riachão-MA pelo empreendedor Erivan Holanda.

O produto pode ser encontrado no Garoto Atacado e Atacarejo em Floriano, colocou, afirmando que com certeza essa empresa deve fazer a distribuição do produto para os estados do Piauí, Maranhão, Ceará e grande parte do Nordeste.  Finalizou, “É a primeira Cachaça registrada, legalizada no estado do Maranhão, no Piauí existem boas cachaças, mas no estado maranhense, mesmo sendo o berço da Cachaça é a primeira legalizada e pode ser comercializada em qualquer parte do Brasil e até em outros países”.

Fonte:PiauíNoticias

MORADOR DE RUA QUE ENCONTROU R$ 20 MIL E DEVOLVEU REENCONTRA A FAMÍLIA NO MARANHÃO

Foi a convite do Domingo Espetacular que o morador de rua viajou para reencontrar a família. Essa foi a primeira vez que ele viajou de avião. 

Antes de chegar no Maranhão, no entanto, ele lembrou dos sonhos que o trouxeram a São Paulo. Em busca de uma vida nova, Santos começou a trabalhar como pedreiro mas ficou desempregado e até perdeu a mulher. Ele lembrou que um dos piores momentos da sua vida foi quando ele ficou sem casa. 
— Foi um dos piores momentos, mas a gente não pode abaixar a cabeça. 
Mas agora, ele afirma que é momento de pensar em coisas boas. 
A mãe dele, dona Cosminha nem imaginava que o filho estava para chegar. Mas foi só entrar na cidade que a notícia da chegada de Santos correu até a mãe. Antes de revê-lo, a mãe admitiu que achava que ele nem estava vivo. 
E assim que ele apareceu, a emoção tomou conta dos dois. Cercado pelos moradores da pequena Arari, Santos passeou pela cidade de bicicleta para relembrar a infância. 
Antes de partir, a emoção tomou conta do morador de rua de novo. E a vontade era de não voltar, mas Santos deixou a mulher e um emprego novo na capital paulista. 
A promessa agora é voltar logo e com boas notícias.
Assista ao vídeo: 

segunda-feira, 16 de julho de 2012

NÚMERO TOTAL DE IMPUGNAÇÕES NO MARANHÃO É DE 818

O número de candidatos a prefeito, vice e vereador às Eleições 2012 que tiveram suas candidaturas impugnadas no Maranhão é de 818. No entanto, em 76 localidades, de um total de 217 municípios que formam o estado, não houve uma impugnação sequer, segundo informações da seção de dados partidários do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão.

Arame, Bacuri, Balsas, Bela Vista do Maranhão, Belágua, Cajari, Campestre do Maranhão, Cantanhede, Codó, Fernando Falcão, Graça Aranha, Humberto de Campos, Imperatriz, Matões, Mirinzal, Paraibano, São José de Ribamar (dentre outros) são exemplos de municípios onde nenhum candidato teve sua candidatura contestada pelas coligações ou pelo Ministério Público Eleitoral.

“É um ótimo dado este de que em mais de 30% do estado não houve impugnações. Isto significa que o princípio da moralidade e do fortalecimento da Democracia está começando a ser respeitado. A iniciativa popular da ficha limpa tem contribuído muito”, disse a presidente do TRE, desembargadora Anildes Cruz, ao tomar conhecimento do balanço das impugnações.

A maior quantidade de impugnações foi registrada em Paço do Lumiar (55), Zé Doca (48), João Lisboa (42), Senador La Roque (37), Buritirana (31), Araguanã (25), Candido Mendes (24) e Governador Newton Bello (23).

Já em Afonso Cunha, Barra do Corda, Benedito Leite, Bernardo do Mearim, Boa Vista do Gurupi, Buriticupu, Cachoeira Grande, Cajapió, Carolina, Cedral, Chapadinha, Cidelândia, Coelho Neto, Coroatá, Governador Archer, Igarapé Grande, Itaipava do Grajaú, Lago da Pedra, Lago dos Rodrigues, Loreto, Mata Roma, Milagres do Maranhão, Mirador, Miranda do Norte, Morros, Presidente Dutra, Santa Luzia, Santa Rita, São Domingos do Azeitão, Satubinha e Tutóia, apenas 1 candidato foi impugnado em cada uma destas cidades.

Fonte:TRE/MA

PRODUÇÃO DE JUÇARA VIRA OPORTUNIDADE DE DESENVOLVIMENTO EM ARARI-MA


Cultura da variedade BRS-Pará vem trazendo bons resultados. Projeto de plantio de mudas precoces foi estudado por 22 anos.
A introdução da cultura de mudas precoces de juçara na microregião da baixada maranhense criou uma nova alternativa de produção rural. A cadeia produtiva da espécie pode proporcionar o desenvolvimento socio econômico regional.

Há dois anos, uma fazenda na cidade Arari, localizada na baixada maranhense, apostou no cultivo de mudas e, hoje, produz mudas precoces de juçara para todo o estado.

São mais de 18 mil pés em uma área de 40 hectares, todas de juçara precoce da variedade BRS-Pará, desenvolvida pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) de Belém. A variedade é resultado de 22 anos de pesquisas e muitos experimentos.

Até pouco tempo, a fazenda hoje utilizada para plantar açaí era utilizada para a criação de gado e cavalos. "No início nós plantamos 20 hectares, mas o motor que tinhamos na fazenda não tinha a capacidade de irrigar toda essa área, então irrigamos apenas 5 hectares, que hoje já estão rendendo produções. Depois deste resultado, foi feito um projeto de produção e pudemos plantar e irrigar todos os 40 hectares", contou seu Bartolomeu, admnistrador da propriedade.

Ao contrário da juçareira nativa, que se desenvolve melhor em áreas de varzeas, a variedade BRS-Pará cresce terra firme, um meio termo entre o ambiente úmido e o seco. Para garantir um melhor desenvolvimento os produtores precisaram investir em um bom sistema de irrigação eficiente. No local, foi feita uma barragem para represar a água durante o período chuvoso, possibilitando, assim, a irrigação no período de estiagem.

Sendo uma variedade precoce, as primeiras unidades da juçara BRS-Pará, em Arari, começaram a produzir em 2011, após, somente, 2 anos e meio do início do plantio. Foram colhidas 3 toneladas em 5 hectares, quantidade ainda pequena para a capacidade de produção da variedade, mas após constantes ajustes no projeto de plantio,a estimativa deste ano é de que sejam colhidas 5 toneladas por hectare. Já a médio prazo, as expectativas são ainda melhores: em 2013 se espera que a variedade possa ser colhida durante todo o ano. Já de olho no mercado, a fazenda comercializou, nos últimos 6 meses,mais de 40 mil mudas.

A colheita da variedade de juçara cultuvada em Arari deve começar em junho e a expectativa é de que este projeto sirva de estímulo para outros produtores da região de Arari.
Fonte:G1/Ma


RIACHÃO ESTÁ EM RITMO DE FÉRIAS


Localizado na Chapada das Mesas, o município sediará a 3ª edição do Festival de Paraquedismo, que deverá reunir 7 mil pessoas.
Riachão - Com a chegada das férias, o polo Chapada das Mesas, conhecido internacionalmente pelo potencial natural e de aventura, realizará a terceira edição do Boogie Chapada das Mesas, maior evento de paraquedismo do sul do Maranhão. Será no município de Riachão (860 km de São Luís) de quinta-feira (19) a domingo (22).

Promovido pelo Clube Desafiadores do Ar, com apoio da Secretaria de Estado de Turismo, o boogie - palavra usada para se definir grandes encontros nacionais de paraquedismo - deverá reunir nessa edição 7 mil pessoas, entre profissionais, turistas e apaixonados pelo esporte.

“Estamos no período das férias, e a realização do Boogie no polo Chapada das Mesas, além de ser uma excelente opção para os amantes da aventura, também atrai para o Maranhão grandes esportistas do segmento e turistas interessados na prática de esportes radicais”, destacou o secretário de Turismo, Jura Filho.

De acordo com o coordenador-geral do evento, Henrique França, o Boogie Chapada das Mesas já supera as expectativas dos organizadores. “A busca por informações sobre o evento, tanto por parte dos profissionais quanto do público para cursos e saltos, tem sido o que intensifica a responsabilidade na formatação e execução do evento a cada edição”, explicou.

Para a edição 2012, são esperados grandes desportistas do cenário nacional, como Luís Roberto (Formiga), skatista e paraquedista; Luís Henrique Santos ( Sabiá), único brasileiro a saltar de uma aeronave em voo sem paraquedas e que, durante a queda livre, encontra outro paraquedista, concluindo o salto – além de representantes de clubes de paraquedismo do Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Distrito Federal, Amazônia, Bahia e São Paulo.

Em uma aeronave Sêneca, paraquedistas profissionais saltarão a 12 mil pés de altura. Para a prática, a Confederação Brasileira de Paraquedistas exige a realização de cursos teórico e prático com oito horas de duração, além de simulação. A idade mínima para realização dos saltos é 16 anos, com autorização escrita dos pais ou responsáveis.

Cuidados - Henrique França destacou os cuidados com todos os detalhes do evento. “Temos a preocupação de cuidar de todos os detalhes técnicos, trazendo profissionais de renome nacional para ministrar o curso e dirimir todas as dúvidas sobre o esporte para os principiantes”, ressaltou.

A primeira edição do Boogie Chapada das Mesas aconteceu no município de Carolina, em 2010. O evento tornou a ser realizado em outubro de 2011, em Riachão.

Segundo a organização, as edições do Festival de Paraquedismo têm sido um sucesso porque aliam a prática do esporte à diversidade ambiental, belezas exóticas e ao grande potencial turístico do Parque Nacional da Chapada das Mesas, com atrativos como o Poço Azul e a Cachoeira da Prata.

Programação

domingo, 15 de julho de 2012

POLÍCIA APREENDE AERONAVE EM SÃO JOÃO DOS PATOS, A MESMA TAMBÉM ESTEVE EM BALSAS

A polícia apurou que a aeronave decolou neste sábado (14), da cidade de Balsas. Piloto identificado por "Cabeludo" foi detido pelo delegado Sérgio Rego.

Uma operação da Polícia Civil do Maranhão, coordenada pelo delegado Sérgio Rego do município de São Francisco do Maranhão, apreeendeu volta das 10h40 deste domingo (15), uma aeronave de modelo Periclan, monotomor, prefixo PU-JDD, pilotada pelo técnico em eletrônica Nivaldo Alves Corrêa, conhecido como "Cabeludo", que foi detido. O caso aconteceu no município de São João dos Patos.
Aeronave apreendida em São João dos Patos. Foto: Divulgação. 
A polícia apurou que a aeronave decolou neste sábado (14), da cidade de Balsas, interior do Maranhão, com destino a São João dos Patos. Será feita investigação para saber a quem pertence e se antes de pousar naquela cidade esteve em outras.

A polícia tem conhecimento que há três meses a aeronave sobrevoa São João dos Patos. O monomotor apreendido encontra-se na pista de pouso do município.

NOVELA DO PSDB EM RIACHÃO CAUSA INDIGNAÇÃO POPULAR

Disputa pelo PSDB entre coligações e manobras contra o vereador Magno Lima causa revolta entre eleitores riachoenses.
Muitas são as declarações recebidas por populares de apoio ao vereador Magno Lima, também são inúmeros comentários sobre a  insatisfação dos eleitores em razão dos capítulos da novela PSDB-Riachão exibidos ultimamente na cidade. As tramas que colocaram o vereador Magno Lima fora da disputa pela prefeitura, sendo este o desejo e um grito de esperança para os munícipes, que a todo instante incentivaram o referido vereador para esta  disputa tem causado descontentamento entre os eleitores.

A repercussão das manobras ganhou espaço nos grupos sociais, nas rodadas de conversas entre amigos, no sertão a fora, nas comunidades eclesiásticas, nas sociedades religiosas, em todo o campo que Magno Lima tem representatividade.

Magno Lima que, desde de muitos tempos vem tecendo apoio nos diversos campos democrático do município, ganhou repercussão nos últimos dias, a notícias se espalhou  por todo canto gerando ira nos que sonhavam em ter Magno Lima como candidato a prefeito.

Na região de onde foi eleito com maior representação nas urnas, o assunto tem dado o que falar, se alguém visitar o mesmo verá que o assunto está em uma onda sem qualquer contentamento, muitos já se declaram o troco, ele vem pode crer. Quem viver verá, o povo se revoltou, também vai brincar com quem é sério e com quem tem atuação no município.

Magno Lima é articulista, não é aquele vereador acomodado que só espera o seu salário vencer no final do mês para ter o direito de usufruir do mesmo. Magno Lima briga pelos direitos da população, busca interagir com parlamentares da sigla em outros estados e municípios, buscando mais conhecimentos, ampliando o seu círculo de amizades profissional e buscando soluções para a cidade a partir de práticas utilizadas em cidades semelhantes a Riachão, com as mesmas características tanto no âmbito populacional como econômico.

Vereador de visão, amigo do povo, calmo, calado, sério, mas na cabeça os projetos estão arquivado, vai chegar a hora que estes terão de ser praticados e aí o povo vai ver que ainda existe pouquíssimas pessoas de boa reputação na política brasileira, sem leros, leros, e blá, blá, blá.

Aos nossos leitores,  eleitores, amigos, companheiros de lutas o nosso muito obrigado pelo apoio e carinho que nos tem prestigiado. Mesmo diante de todas as manobras Magno  Lima não baixará a guarda e continuará defendendo os interesses da comunidade em geral.

Obrigado a todos pelo o seu apoio! Ficamos gratos e isto é uma demonstração que teremos que batalhar ainda mais por todos vocês.

sábado, 14 de julho de 2012

'ERA MEU TRABALHO.TERIA QUE MORRER', DIZ ASSASSINO DE DÉRCIO

Jhonatan Silva diz não sentir peso na consciência e garante não ser uma pessoa violenta.

Com exclusividade, os repórteres Alex Barbosa e César Hipólito, da TV Mirante, conversaram com Jhonatan de Sousa Silva, assassino confesso do jornalista Décio Sá, morto a tiros em um bar na Avenida Litorânea, em São Luís, no último dia 23 de abril.

Na entrevista, Jhonatan de Sousa Silva não demonstra nenhum tipo de remorso e confirma ser pistoleiro desde os catorze anos. Segundo a polícia, mais de quarenta pessoas já foram mortas pelo assassino. Jhonatan contou detalhes sobre o crime. "Eu entrei, ele estava sentado falando ao telefone, aí eu arranquei a pistola e ele tentou correr e eu atirei nele. Ele disse ‘Ei moço, ei moço’. Foi só o que ele disse", completa.

Questionado sobre o porquê não escondeu o rosto no dia do assassinato do jornalista Décio Sá, Jhonatan afirmou que achava “que não ia dar em nada”. “Eu não escondi meu rosto porque eu achava que não ia dar em nada. Eu não sabia que ele era um jornalista, eu achava que ia ser igual ao do Fábio Brasil. Aí eu fugi, subi na garupa da moto, vi uma viatura e pedi pra ele encostar. Subi o morro, troquei de camisa, enterrei a pistola”.

Jhonatan de Sousa Silva garantiu que não sente nenhum tipo de remorso por ter assassinado o jornalista Décio Sá e que não se considera um monstro. “Sem peso na consciência. Eu não me descreveria um monstro. Não sou uma pessoa violenta”.

Sem saber a conta exata de homicídios, o frio assassino disse que se soubesse que Décio Sá era jornalista, teria pedido mais do que R$ 100 mil. “Não sei o tanto exato. Eu já perdi [as contas dos assassinatos]. Se eles tivessem dito quem ele era, o preço seria outro e o dinheiro tinha que sair”.

BELEZAS NATURAIS FORMAM ESPETÁCULO NO CERRADO MARANHENSE

Municípios de Riachão e Carolina iniciam o roteiro do ecoturismo no Estado. A ordem é aliar turismo e sustentabilidade nos 30 atrativos turísticos.

A tranquilidade das cidades de Riachão e Carolina, abre caminhos para o roteiro emocionante pelo cerrado no sul do Maranhão. Na última reportagem da série sobre as belezas naturais maranhenses e do Tocantins, o repórter Gil Santos destacou o ecoturismo. As atrações incluem o Encanto Azul, uma nascente de águas cristalinas e o Santuário Ecológico de Pedra Caída.

O corredor natural do ecoturismo impressiona os visitantes. "É maravilhoso. Só acho que tem que ser mais divulgado porque é muito bonito e pouco explorado turisticamente" disse a advogada Maria Ana Guimarães.

São mais de 30 atrativos turísticos, parte deles protegidos pelo Parque Nacional das Chapadas das Mesas, a exemplo das cachoeiras do Prata e do São Romão.

Para chegar até esses rincões, turistas e maranhenses precisam enfrentar 80km de estradas de terra, para descobrir verdadeiros paraísos no meio da Chapada.

Contudo, por causa da exploração desordenada durante muito tempo, a palavra de ordem é a sustentabilidade. Os turistas podem, hoje, contemplar e desfrutar dos espaços, mas com a orientação e o acompanhamento de guias de turismo que reforçam a preservação ambiental.

Paradas obrigatórias durante o passeio

Mais de 800 metros por um quênion levam a um outro cenário singular: a cachoeira conhecida como Santuário. "Esse é o nome mais apropriado e para quem curte o ecoturismo, esse é um dos lugares mais indicados. Vale a pena", relatou o técnico da Recieta Estadual, José Ribamar Amorim.
Durante o passeio, uma parada para um mergulho na Cachoeira da Caverna ou para um salto na Cachoeira do Macaco. “A impressão é das melhores. Com certeza a gente vai voltar, relexar, descansar mais”, disse o empresário Márcio Pereira Coutinho.

Para quem prefere emoções ainda mais fortes o desafio é a tirolesa. São 942 metros da base até o topo da passarela, onde fica a saída para a tirolesa. A partir de então existe uma queda de 1.200 metros de extensão e mais de 200 de altura.
Cada item de segurança é cuidadosamente checado antes de cada salto. Durante a descida a quase 90 quilômetros por hora é possível ter uma visão privilegiada da beleza do cerrado.

A 28 km da cidade de Riachão existe um dos lugares mais encantadores do cerrado maranhense. São quatro grandes quedas d’água no Rio Cocal, mas nada se compara à beleza do Poço Azul. No período de junho a setembro, com as águas mais claras, os raios do sol refletem nas rochas de calcário no fundo do poço, dando um tom azulado à água.

Mas antes de encerrar a viagem, mais um desafio. Uma caminhada de 200 metros exige muito esforço, mas a recompensa é compensadora diante do Encanto Azul, uma nascente de águas tão cristalinas que dá para ver o movimento dos peixes entre as rochas. Os raios do sol que encontram uma brecha na vegetação transformam o azul das águas num cenário apaixonante, um espetáculo da natureza que faz do cerrado maranhense uma grande aventura.

Acompanhe a reportagem completa clique aqui.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

OPERAÇÃO POLICIAL FECHA FÁBRICA CLANDESTINA DE CIGARROS EM ESTREITO

O Ministério Público do Maranhão, Maquinário utilizado na fabricação de cigarrospor meio do Grupo de Atuação Cigarros prontos para distribuiçãoEspecial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Promotoria de Justiça de Estreito, participou na manhã desta quinta-feira, 12, da Operação Fumaça Clandestina, ação conjunta com as Polícias Federal, Rodoviária Federal, Civil, Vigilância Sanitária Estadual e representantes da Associação Brasileira de Combate à Falsificação, que fechou uma fábrica clandestina de cigarros, localizada no quilômetro 142 da BR 010, que liga as cidades de Porto Franco e Estreito, no sul do Maranhão.

No local - um galpão de aproximadamente 800 metros quadrados -, foram apreendidos 150 mil maços de cigarros de marcas estrangeiras, embalados no ponto de serem comercializados, além de selos, plásticos e embalagens do produto. A ação cumpriu mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça.

Dados estimados pelos policiais que participaram da operação indicam que a fábrica clandestina produzia cerca de 250 caixas de cigarros falsificados por dia. Para tanto eram utilizados dois geradores de energia.

A promotora de Justiça Ilma de Paiva Pereira, da 2ª Promotoria de Estreito, que representou pela busca e apreensão na fábrica clandestina, informou que vai aguardar o relatório da operação para instaurar a ação penal contra os proprietários e os responsáveis pela produção.
De acordo com as investigações, a fábrica pertenceria a um casal de Imperatriz – Ana Cristina Alves Guida, que já foi presa em 2011 por receptação de carga roubada de cigarros e responde a processo criminal na Justiça Federal de Imperatriz pelos crimes de contrabando e descaminho, e Valdine Diniz dos Santos.

O trabalho investigativo foi encaminhado inicialmente pela Polícia Rodoviária Federal, que percebeu movimentações atípicas na região. Além de maquinário específico e de alto valor, as fábricas operavam com trabalhadores recrutados em outras regiões, transportados para a fábrica encapuzados, para que não pudessem indicar a localização da indústria, e que eram mantidos em condições de trabalho análogo à escravidão.

PARCERIA
A operação que resultou no fechamento da fábrica clandestina de cigarros é fruto de uma parceria que já vem sendo realizada há vários anos e que envolve o Ministério Público, a Polícia Civil e, em alguns casos, as Polícias Federal e Rodoviária Federal.

O superintendente de Polícia Civil do interior, delegado Jair Lima de Paiva Júnior, elogia o entendimento entre as instituições, principalmente por garantir maior agilidade às investigações. “São várias operações de sucesso que temos realizado com a participação de membros do Ministério Público”. Ele exemplificou com o caso do sequestro do menino Pedro Paulo, em Imperatriz, solucionado nesta terça-feira, 10, em que promotores de Justiça estiveram ao lado das autoridades policiais em todas as ações.

(CCOM-MPMA)

CRF-MA INAUGURA SUBSEÇÃO EM BALSAS


A Subseção funcionará inicialmente no turno da tarde, das 14 às 18 horas e contará com uma Farmacêutica Coordenadora, no Equatorial Shopping Center, 2º piso sala nº17. 
Foto: ASCOM
Com o objetivo atender com mais qualidade e celeridade as cidades da região sul do Maranhão, o CRF-MA inaugurou nesta sexta-feira (13/07), às 17 horas, a Subseção de Balsas. A subseção funcionará no Equatorial Shopping Center, 2º piso, sala nº 17, onde os farmacêuticos, empresários do ramo farmacêutico e a comunidade em geral desta região, poderão realizar uma série de serviços administrativos, tais como: emissão de registro profissional, cadastramento e baixa de empresas, assunção e baixa de responsabilidade técnica, atualização cadastral, entrega de documentos, solicitação de boletos, solicitação de certidões, protocolo de documentos em geral, dentre outros.

A Subseção de balsas funcionará inicialmente no turno da tarde, das 14 às 18 horas e contará com uma Farmacêutica Coordenadora da Subseção, para receber bem a todos os que necessitarem de um atendimento qualificado para suprir suas demandas junto ao CRF-MA.

O Presidente do Conselho, Dr. Ronaldo Ferreira Pereira Filho, disse que “há muito tempo os profissionais que residem e tem as suas atividades na região sul do Maranhão, necessitavam de uma maior assistência, visto que, o deslocamento para a realização de serviços se tornava dispendioso tanto para Imperatriz quanto para São Luís”.

Dr. Ronaldo Pereira ressaltou ainda, que “a inauguração da Subseção de Balsas homenageia a todos os farmacêuticos desta região, que tem proporcionado uma assistência farmacêutica de qualidade à população balsense e região, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das pessoas que se utilizam dos seus serviços profissionais”, completou o Presidente do CRF-MA.

A inauguração é mais uma das ações comemorativas pelos “50 anos de Criação do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão”, que desde o início do ano está com uma vasta programação, que inclui a realização de palestras, oficinas e ações sociais, para festejar as conquistas do órgão normativo de classe no Estado.  Para a agenda do Jubileu de Ouro do CRF-MA, acontecem também, a partir do próximo mês, uma Plenária Especial do Conselho Federal de Farmácia em São Luís, com a participação de Conselheiros Federais de todos os Estados da Federação, e até o final do ano ainda teremos os lançamentos do Selo Comemorativo, Livro e Vídeo Institucional, além da Confraternização pelo Dia do Farmacêutico, que foi transferida de Janeiro para este segundo semestre para que coincidissem as duas comemorações em uma única data.

Convidamos todos os farmacêuticos e empresários do setor de Balsas e das cidades próximas, para prestigiarem este evento, que marca definitivamente a presença do CRF-MA nesta importante cidade do nosso Estado.

Saudações Farmacêuticas a todos!

Dr. Ronaldo Ferreira Pereira Filho
Presidente do CRF-MA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Leia a Biblia
"Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto ".Isaias 55:6
"Felicidade é a harmonia entre pensar, falar e agir. Meu Senhor… Ajuda-me a dizer a verdade diante dos fortes e a não dizer mentiras para ganhar o aplauso dos débeis.” Mahatma Gandhi

POSTAGENS MAIS VISITADAS: