CLIQUE E CONHEÇA A ATUAÇÃO DO VEREADOR MAGNO LIMA, "O TRABALHO QUE VOCÊ VÊ"

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

PRESO JOVEM ACUSADO DE MATAR ADVOGADA GEYSA ROCHA PIRES


Acusados: Thiago de Sousa e sua namorada Vanessa Matos
AÇAILÂNDIA - Tiago de Sousa, que foi acusado de ter matado a advogada Geysa Rocha Pires, no dia 20 de novembro do ano passado, foi preso, na madrugada desta quarta-feira, em uma ação conjunta da Superintendência de Polícia Civil da Capital com a Superintendência de Polícia Civil do Interior.

“A prisão temporária por latrocínio já havia sido convertida em prisão preventiva. Ele já está sendo trazido para São Luís, para ser interrogado, na Delegacia de Roubos e Furtos”, afirmou Sebastião Uchôa, superintendente de Polícia Civil da Capital.

Geyza Rocha Pires foi assassinada, de acordo com as investigações, por Thiago de Sousa, namorado de Vanessa Matos, de 26 anos, que também teria participação no crime. Ele estava foragido. O assassino, foi reconhecido em imagens de um circuito externo de TV, instalado em uma casa vizinha à da advogada, no Olho d´Água, nas quais ele aparece com Vanessa, seguindo Geysa em um veículo prata (de placa NXE-7030).

O automóvel da advogada foi localizado na cidade de Teresina, no Piauí. O veículo estava com Paulo Henrique Rego Rodrigues, o Paulinho Rego, de 26 anos, que foi preso por receptação indevida, mas liberado em seguida pela Justiça piauiense, após pagar fiança de um salário mínimo (R$ 545).

A prisão ocorreu após uma denúncia feita ao serviço Disque-Denúncia, que funciona por meio dos telefones (98) 3223-5800 (capital) e 0300-313-5800 (interior).

A policia ainda tentou prendê-lo em uma fazenda em Lago da Pedra, mas o mesmo conseguiu fugir em uma camionete que, posteriormente, facilitou sua identificação no posto policial. Thiago e sua namorada Vanessa Matos, de 20 anos, foram apontados como os autores do crime. Ela trabalhava em um escritório de advocacia, que presta serviços terceirizados para a Companhia Energética do Maranhão (Cemar).

OAB NA ACUSAÇAO - Assim que foi informado da prisão do acusado, o presidente da OAB/MA, Mário Macieira, declarou que, embora seja respeitado o direito de defesa, que é constitucional, e a ampla liberdade de exercício profissional do advogado de Thiago Sousa, a Seccional maranhense já está posicionada a favor da acusação. Na semana passada, Mário Macieira, acompanhado do tesoureiro Valdênio Caminha, entregou pessoalmente um requerimento à juíza de Direito da 2ª Vara da Comarca de São José de Ribamar, Teresa Cristina de Carvalho Pereira Mendes, solicitando o ingresso da Seccional maranhense, na condição de assistente, na investigação preliminar do assassinato da advogada Geysa Rocha Pires. A condição de assistente possibilita o acompanhamento do caso, a intervenção, o comparecimento de audiências, quando o caso for considerado como interesse jurídico relevante por terceiros, no caso a OAB do Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Leia a Biblia
"Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto ".Isaias 55:6
"Felicidade é a harmonia entre pensar, falar e agir. Meu Senhor… Ajuda-me a dizer a verdade diante dos fortes e a não dizer mentiras para ganhar o aplauso dos débeis.” Mahatma Gandhi

POSTAGENS MAIS VISITADAS: